Exibindo 289–300 de 358 resultados

Rapé Paricá

R$53,00
Preparado com tabaco natural indígena e cinzas da árvore de Paricá, proveniente da etnia Shawandawa. Rapé utilizado para força e disposição física, com boa capacidade purgante. Usado para conexão com a ancestralidade, guias espirituais e o sagrado, despertando a cura interior. Indicado para terapeutas, pois ajuda a promover um contato mais limpo com a energia do outro, aumentando a sensibilidade do diagnóstico. Paricá Schizolobium amazonicum Feito com tabaco natural indígena e ci

Rapé Pau Pereira/Tsunú

R$53,00
Feito com tabaco natural indígena e cinzas da casca do Tsunú, árvore também conhecida como Pau Pereira, é utilizado pelos nativos da etnia Yawanawa, que descrevem seus diversos efeitos medicinais, relacionados com propósito geral do ser. Promove a limpeza física e espiritual, acalma a mente, trazendo vigor para afastar a preguiça. Indicado para descarrego, limpeza e aterramento. Ajuda a conectar com a Mãe Terra. É um rapé forte, indicado para pessoas que já possuem alguma experiência com a medicina. Também usado no tratamento de má digestão, tontura, febres e prisão de ventre.

Rapé Preto

R$62,00
Rapé extremamente aromático. Composição: Imburana, Noz Moscada, Mentol,Cravo e Canela TYem efeito calmante e antidepressivo. Aumenta o foco e concentração. Utilizado para tratar doenças cronicas como sinusite e enxaqueca. Desintoxica e limpa o campo energético. Aliado no tratamento de doenças mentais e nos casos de dependencia química. Ajuda no combate de doenças respirátórias e resfriados, eliminando bacteris e mucos. Recomenda o uso moderado...  

Rapé Tsunu com Jurema

R$53,00
Feito de tabaco natural indígena e um preparado desenvolvido através da mistura da cinza de Tsunú com a cinza do tronco de Jurema, proveniente da etnia Fulni-ô, de Pernambuco. Alia os efeitos do Tsunú com a capacidade da Jurema de favorecer sonhos lúcidos, a clarividência, a mediunidade e conexão com a força desta planta, reconhecida como uma planta mestra por culturas do norte e nordeste brasileiro, sendo utilizada por xamãs e lideres espirituais como uma das plantas de maior poder espiritual.

Rapé Verde

R$62,00
Rape novo extramamente forte. Preparado com tabaco natural indigina e cinzas de Mulungu, Tsunu, Canela de velho e Murici. Possui propriedades tranquilizantes, que acalmam. Usado como sonífero natural. Indicado no tratamento das crise de abstinênicia  e nos casos de dependencia química. RECOMENDA O USO MODERADO.. Atua nos corpos fisico, mental e emocional, fazendo com que eles fiquem equilibrados. Limmpa e reorganiza as energias acumuladas na região do ventre. Restaura a conexão com natureza.  

Rapé Yopo

R$71,00
Rapé feito sem tabaco e dos miolos das sementes do Yopo (angico), ativado com calcário extra forte. É indicado para mirações e muita força, sendo semelhante a medicina da ayahuasca. Possui efeitos visionários e de cura, possibilitando contatos com os antepassados e recebimento de ensinamentos ancestrais. É usado para ouvir a sabedoria da selva. Durante a aplicação, o sopro deve ser mais forte, pois não possui o mesmo impacto inicial dos rapés indígenas. Antes de limpar o nariz, recomenda-se deixar agir de 10 a 15 minutos. Durante esse tempo, é aconselhado realizar uma meditação focando na respiração. Os efeitos da medicina são sentido logo após sua aplicação.

Reprodução – Anja

R$80,00
- Jato de Tintas em alta definição - papel couchê fosco - 150g, 0,60 x 0,30 - 2010 - Ezedila

Reprodução – Yemanjá

R$107,00
- Jato de Tintas em alta definição - papel couchê fosco - 150g, 0,40 x 0,60 - 2015 - Ezedila

Rúcula

R$5,30

Benefícios da rúcula

Faz bem para a visão

Por ser fonte de carotenoides (precursores de vitamina A), a rúcula faz bem para a saúde ótica. Ela ajuda a prevenir a degeneração macular, uma doença que atinge a retina e leva a perda progressiva da visão. Isso ocorre porque a planta é rica em betacaroteno, luteína e zeaxantina, nutrientes conhecidos por proteger a retina, a córnea e outras partes dos olhos dos danos causados pelos raios ultravioletas. Vale ressaltar que a vitamina A não é produzida pelo corpo humano. Dessa maneira, devemos obtê-la por meio do consumo de alimentos que possuam o nutriente. Nos vegetais, essa vitamina é encontrada nas folhas verdes.

Ajuda na imunidade

Fonte de vitamina C, a rúcula fortalece o sistema imunológico, ajudando a eliminar radicais livres. Dessa forma, ao consumir a hortaliça, o corpo responde melhor aos processos infecciosos e ao estresse oxidativo. A vitamina C também não é produzida pelo organismo, portanto, é importante consumir alimentos com esse nutriente com frequência.

Melhora a saúde do coração

Um estudo concluiu que ingerir vegetais de folhas verdes pode proteger o coração de doenças. Já outra pesquisa divulgada no Journal of the American Heart Association mostrou que consumir esses vegetais com frequência reduz o risco de aterosclerose em mulheres mais velhas. Esse problema de saúde acontece quando se acumula gordura nas artérias, o que aumenta o risco dos problemas cardiovasculares. Vale ressaltar que a vitamina K desempenha um papel importante na saúde cardíaca e diminui a mortalidade decorrente de doenças cardiovasculares. Esse nutriente ajuda a prevenir a calcificação das artérias, que é uma das principais causas de ataques cardíacos. Além disso, a rúcula possui uma pequena quantidade de ômega 3 em sua composição, que participa da limpeza das artérias, atuando como fator protetor do coração.

Faz bem para a digestão

O gosto amargo da rúcula ocorre devido à presença de sulforafano, substância que ajuda a prevenir inflamações no intestino e facilita o processo digestivo em pessoas que sofrem com excesso de acidez no estômago. Esse efeito positivo se dá porque a planta estimula a produção da bile pelo fígado. Por isso, o consumo de saladas com folhas cruas de rúcula antes das refeições é benéfico.

Aumenta a saciedade

O consumo regular de rúcula ajuda a controlar a fome. Isso ocorre porque ela aumenta a saciedade devido à presença das fibras, que retardam o esvaziamento gástrico e fazem com que a pessoa se sinta saciada por mais tempo, consumindo menos alimentos.

Diminui o risco de diabetes

Diversas pesquisas mostram que consumir vegetais com frequência diminui as chances de uma pessoa desenvolver diabetes. Por conta das fibras, o alimento também é benéfico para quem já tem diabetes, uma vez que reduz a velocidade da absorção de glicose.

Ajuda na prevenção do câncer

Pesquisas mostram que consumir regularmente vegetais crucíferos (como a rúcula) diminui o risco de desenvolver câncer. Isso acontece porque esses alimentos contêm uma substância conhecida como glucosinolatos que combate o crescimento de células cancerosas.

Contribui com a saúde dos ossos

rúcula contém vários nutrientes essenciais para a saúde óssea, como cálcio e vitamina K. A deficiência desses nutrientes aumenta o risco de fraturas ósseas.